Home » Dicas do que visitar no Vaticano

Dicas do que visitar no Vaticano

Você está precisando de dicas do que visitar no Vaticano? Aqui tenho um breve resumo com as principais atrações turísticas do país/cidade. Espero que aproveite!

A cidade do Vaticano ou Città del Vaticano em italiano é o menor país do mundo e a fundação do catolicismo romano sendo assim o lar do Papa.
A cidade/país possui algumas das mais extensas coleções históricas, culturais e artísticas do mundo.

O Vaticano também é um dos países mais visitados do mundo com em torno de seis milhões de visitantes por ano.

Sendo assim, não é surpresa nenhuma que sempre esteja lotado e você terá que planejar seus dias em Roma e no Vaticano com muito cuidado, para perder o menos tempo possível em filas intermináveis.

Views from St. Peter's Basilica, Vatican

É difícil dizer quanto tempo a visita vai durar no país, pois tudo depende de quanto tempo as filas levarão, qual horário do dia e o ano em que você vai estar lá, etc.
Mas na minha opinião, eu sugeriria planejar pelo menos uma manhã inteira e parte da tarde no Vaticano.

Ou, algumas pessoas dividem o passeio por duas manhãs, chegando bem cedo e dividindo as manhãs entre a Praça e a Basílica uma e o Museu e a Capela Sistina em outra.
Eu preferi fazer tudo em um dia!

Normalmente, não gosto de comprar ingressos com antecedência, pois tira a sua flexibilidade. No entanto, para o Museu do Vaticano, devo dizer que comprar o ingresso online é a melhor opção se você não quiser gastar mais de 2 horas (normalmente) na fila para comprá-lo e depois mais de 1 hora na fila de entrada.

Você pode comprar os ingressos on-line aqui e escolher entre os diversos combos de ingressos, inclusive podendo “pular a fila”.

O que ver no Vaticano?

Museu do Vaticano (Musei Vaticani) tem uma das coleções de artes mais importantes do mundo, com cerca de 20.000 peças em exibição. Porém, aparentemente tem mais de 70.000 no total. Essas peças foram coletadas principalmente pelos papas ao longo dos séculos.

Inside Vatican Museum

Dentro do museu, há muitas coisas para serem vistas como:
Museu Pio-Clementino com a Sala Rotunda, Galeria de Estátuas e muito mais;
Galeria de Arte, Pinacoteca Vaticana;
Museu Chiaramonti;
Museu Gregoriano Etrusco;
Museu Gregoriano Egiziano;
Museu Histórico do Vaticano;
Os quartos Raphael;
Galeria de mapas;
a Escadaria Espiral e muito mais salas a serem exploradas, com 54 galerias no total.

Inside Vatican Museum

O museu fica aberto de segunda à sábado e fecha aos domingos, exceto o último domingo do mês, cuja entrada é gratuita.
Os valores da entrada começam a partir de €17 e você pode conferir o mais adequado para você aqui.

E se você gostaria de ver o Papa, ele faz uma missa papal nas quarta-feiras às 10:30 na Praça de São Pedro no verão e no Auditório do Papa Paulo VI, no inverno. Lembre-se de que, em Agosto, ele às vezes fica hospedado no Castel Gandolfo e faz a missa lá mesmo.

Capela Sistina (Cappella Sistina) está localizada dentro dos Museus do Vaticano, no Palácio Apostólico, a residência oficial do Papa.

A Sistina é famosa pela pintura que decora o interior, principalmente o teto da capela, que foi pintado entre 1508 e 1512 e também O Juízo Final, pintado entre 1535 e 1541, ambos por Michelangelo.
A capela também é onde o conclave papal acontece (escolha de um novo Papa).

A entrada da Capela Sistina está incluída nos seu ingresso para o Museu do Vaticano.
Ah! Só para você saber, Não é permitido tirar fotografias na Capela Sistina.

Praça de São Pedro (Piazza San Pietro) é a entrada principal da Basílica e da Cidade do Vaticano. Construída entre 1656 e 1667, possui 140 estátuas de santos ao longo das colunas. 

Basílica de São Pedro (Basilica Papale di San Pietro) é uma das igrejas católicas mais famosas e uma das maiores do mundo.

Acredita-se que a Basílica seja o local de sepultamento do apóstolo São Pedro, e ali também estão enterrados 91 papas.

St. Peter's Basilica, Vatican

Em frente a Basílica de São Pedro, na arcada direita, haverá a fila para entrar nela. Chegar mais cedo é quase obrigatório, caso você queira ficar apenas algumas horas esperando para entrar. 

A visita à Basílica é gratuita. No entanto, você pode comprar um ingresso aqui, com um áudio-guia ou combinado com o Museu do Vaticano (evitando assim parte das temidas filas).

Lembre-se de que roupas decotadas ou sem mangas, shorts, minissaias e chapéus não são permitidos e você será barrado(a) na entrada.

Uma das principais coisas a fazer na Basílica é chegar ao topo da cúpula, o que não é muito simples. Há nada menos que 551 degraus, do piso ao topo da cúpula.
Para quem não quer enfrentar toda essa escada ou tem alguma limitação, pode subir de elevados e salvar 231 degraus. Porém o resto terá que ser pela escada mesmo.

St. Peter's Basilica, Vatican

No caminho para o topo, você terá uma vista voltada para o interior da cúpula e, no topo, ficará impressionado com uma vista panorâmica de 360 ​​graus da Cidade do Vaticano e Roma.
Para subir na cúpula, uma taxa extra é cobrada.

Views from St. Peter's Basilica, Vatican

E nas quartas-feiras a Basílica só abre ao público às 12h30, após a audiência papal na praça.

Vatican City

Como chegar no Vaticano?

A Cidade do Vaticano fica ao norte do centro da cidade de Roma e não há barreiras ou verificações de imigração entre os dois países. 

Você pode pegar o metrô e parar na estação Cipro-Musei Vaticani, linha A (laranja) para o Museu do Vaticano ou na estação Ottaviano para a Basílica. A caminhada entre o museu e a Basílica é de cerca de 15 minutos.

Os ônibus 492, 49, 23 e 81 também o levarão muito perto da entrada.

Ou, fazer como eu fiz e ir caminhando de Roma e passando pelo Castel Sant’Angelo. A caminhada é uma delícia e você irá apreciar as vielas e o rio, com uma paisagem muito bonita.

Enfim, se precisar de mais informações, envie-me um e-mail ou deixe um comentário e farei o possível para ajudá-lo.
Espero que tenha um ótimo dia!

Share this:

This post is also available in: English

Deixe seu recado:

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: