Home » Inglaterra inicia vacinação contra o COVID na próxima semana

Inglaterra inicia vacinação contra o COVID na próxima semana

Depois de mais de 9 meses de muita angústia, caos e incertezas, finalmente a vacina para o COVID-19 foi aprovada e o Reino Unido será o primeiro país no mundo a distribuí-la para sua população já na próxima semana.

A vacina aprovada, é a Pfizer/BioNTech e segundo a MHRA (organização que regulamenta medicamentos no Reino Unido), a vacina oferece até 95% de proteção contra o coronavírus e pode ser implementada com segurança.

A chefe da MHRA, Dra. June Raine, disse que apesar da velocidade da aprovação, nenhum atalho foi cortado.
Lotes da vacina serão testados em laboratórios “para que cada vacina que seja lançada atenda aos mesmos altos padrões de segurança”, disse ela.

As primeiras 800.000 doses estarão disponíveis no Reino Unido a partir da próxima semana, mas o plano é distribuir 10 milhões de doses ainda em 2020.

40 milhões de doses foram compradas pelo governo e serão distribuídas gratuitamente até a Páscoa de 2021, garantindo assim, a vacinação de 20 milhões de pessoas, pois a Pfizer deve ser tomada em 2 doses, com 21 dias entre cada uma.

As pessoas devem aguardar o contato do NHS (SUS daqui) para saberem quando será a sua vez de receber a vacina.
O que se sabe até agora é que idosos e funcionários de casas de repouso estão no topo da lista de prioridades, seguidos por pessoas com mais de 80 anos e equipe da área da saúde.

Cuidados especiais devem ser tomados pois a vacina deve ser mantida a uma temperatura de cerca de -70ºC (a maioria das outras vacinas não precisa disso) e será distribuída através dos centros da Pfizer nos Estados Unidos, Alemanha e Bélgica.

Para isso, a Pfizer desenvolveu uma caixa de transporte especial do tamanho de uma mala, embalada com gelo seco e instalada com GPS e uma vez descongelada, ela pode sobreviver por apenas 5 dias.

Por esse motivo, o governo do Reino Unido, juntamente com o NHS vem se preparando há algum tempo, tanto para o armazenamento central e para a distribuição da vacina em todo o país, como ter funcionários extras, até mesmo salva-vidas e pessoal de companhias aéreas para ajudar.

Haverá três maneiras de vacinar a população:
– em hospitais,
– centros especiais para a vacinação, como centros de conferências ou estádios esportivos (que já estão sendo montados)
– em médicos locais (GP – General Practice) e com farmacêuticos.

O Ministro da Saúde Matt Hancock disse: “2020 foi terrível e 2021 será melhor. Agora estou confiante, com a notícia de hoje, que a partir da primavera, a partir da Páscoa, as coisas vão melhorar e vamos ter um verão no próximo ano que todos possam desfrutar.”

No momento a Inglaterra teve mais de 1.643.000 pessoas testadas positivas, sendo que infelizmente mais de 59.000 vieram a falecer, porém mais de 69.000 certidões de óbito mencionam o COVID.

Com o lockdown de 4 semanas, foi possível novamente diminuir os casos e controlar a pandemia e partir do dia 02/12 todo o comércio foi reaberto (com algumas exceções).

Cada parte do Reino Unido é classificada em um nível diferente, conforme expliquei aqui e você pode verificar qual o nível em sua região aqui: https://www.gov.uk/find-coronavirus-local-restrictions

Devido à crise e semanas com o comércio fechado, diversas lojas irão ficar abertas 24 horas no período que antecede o Natal. 

E sobre o Natal, haverá as seguintes regras entre o dia 23 até o dia 27 de dezembro (lembrando que essas regras são apenas para a Inglaterra, pois a Escócia, País de Gales e Irlanda tem outras regras):

– 3 “casas” podem se misturar e se encontrar em espaços fechados (privados), mas não podem ir juntos à restaurantes ou pubs;
– não há limites quanto ao número de pessoas nessa “bolha” de 3 casas;
– não haverá restrição de viagens dentro do Reino Unido;
– caso alguém tenha algum sintoma, não pode se misturar com outras casas;
– se depois do encontro, alguém tiver com algum sintoma, todos que se encontraram devem se isolar;
– se quiser se encontrar com pessoas que não sejam de sua “bolha”, deve checar primeiro em qual nível sua área está e seguir as regras de cada nível.

Mesmo com todas essas regras, a ideia é que a maioria das pessoas consigam tem um Natal digamos assim, semi-normal.

Mas as pessoas devem lembrar que ainda precisam permanecer vigilantes e seguir as regras de distanciamento, máscaras facias, lavar a mão sempre que possível e se auto-isolar caso tenha algum sintoma ou entre em contato com pessoas com sintomas.

Espero que todos tenham um ótimo dia, pois sem dúvidas a notícia da vacina é um bom motivo para ficarmos mais animados.

Share this:
  • 110
  •  
  •  
  •  

Deixe seu recado:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: