• Menu
  • Menu
Home » Como foram minhas férias em Dubai?

Como foram minhas férias em Dubai?

Como descrever Dubai? Como falar de uma cidade tão grandiosa que faz a gente se sentir uma formiguinha diante de tamanhas construções.
A realidade é que fomos para Dubai porque o inverno passado na Inglaterra foi horrível. Passamos 7-8 meses debaixo de chuva e muito frio e pra fugir dessa clima horrendo, resolvemos conhecer essa cidade que estava na minha lista faziam anos já.
Confesso que fiquei bastante preocupada, pois querendo ou não é um país com uma cultura completamente diferente da minha.
Por ser uma país muçulmano, as regras são bastante restritas, principalmente em respeito às mulheres.
Tudo o que eu lia a respeito, falava que lá mulheres não podem andar com roupas acima do joelho ou que mostrem os ombros, não se pode andar de mãos dadas, não pode haver demonstração de afeto entre casais, não aceitam homossexuais, que pessoas já foram (e foram mesmo!) presas por estarem com roupa mais curta, etc, etc…
Mas como se vestir para um calor no deserto sem nem poder usar uma blusa de alcinha? Ou um shorts um pouco mais curto? Olha, posso garantir que foi um dos lugares mais difícil de se fazer uma mala e eu realmente não sabia o que levar.
Mas mudando um pouco de assunto, eu vou agora contar a vocês como foi a minha experiência e o que senti.
Bem, pra começar, a questão da roupa é discutível, pois nos lugares mais turísticos tipo JBR e mais locais perto da praia, as mulheres andam com roupas mais curtas sim. Vi também nas ruas e em outros vários lugares.
Mas, eu sempre tentei andar com os ombros cobertos e saias e vestidos que cobriam o joelho.
Nos primeiros dias eu e meu marido não andamos de mãos dadas, mas começamos a perceber que várias pessoas andavam tranquilamente, inclusive vi um casal de muçulmanos andando de mãos dadas sem nenhum constrangimento.
Já uma amiga minha que tinha ido à Dubai 1 ano antes, disse que não viu nada disso. Então talvez seja uma mudança em progresso. Veremos!
Os hotéis de Dubai são “de outro mundo” e creio que não importa quantas estrelas seu hotel tenha, ele será maravilhoso.
Nós ficamos no Atana Hotel, que fica localizado em Barsha Heights, Hessa Street.
Escolhemos ele pois estava incluso café da manhã e janta. Mas a comida do jantar não era muito boa e quase não jantamos ali. Porém o quarto era grande, bem limpinho e posso dizer que bem localizado.
Veja bem, Dubai é enorme e não adianta, você vai precisar de taxi ou de alugar um carro. Sei que tem metro na cidade, mas são poucas estações e muitas delas ficam longe do atrativo turístico que seria “da estação”. Entende? Normalmente você vai ter que andar uns 15-20 minutos da estação até o local desejado.
Antes de irmos eu fiz as contas mais ou menos e vi que sairia mais barato alugamos um carro do que ficar pegando taxi. E deixa eu te dizer, o combustível, lógico que é ridículo de tão barato. Pra você ter noção pagamos 14 libras para encher o tanque. O aluguel também não foi caro não, comparado com outras cidades onde já alugamos, acho que foi um dos lugares mais baratos.
Agora vem a notícia ruim: poucos lugares vendem bebida alcoólica. Alguns grandes hotéis tem a licença (e por isso as casas noturnas ficam neles), uns poucos bares e quase nenhum restaurante possui. Dizem que essa licença é caríssima justamente para os hotéis e bares desistirem e não venderem nada com álcool.
Nós achamos um barzinho que tinha cerveja e cocktails na Medina Jumeirah e corremos para lá. Mas você se prepare pois é caro, um pint de cerveja custou 11 libras (em torno de R$ 60) e um cocktail era 20 libras, mas cheguei na hora do happy hour e comprava um cocktail e ganhava o outro de graça (ufa!). Fui obrigada à tomar os dois….
Outra dica é que os dias úteis são de domingo a quinta-feira. Sexta é o dia sagrado e sábado funciona como o nosso domingo.
Na sexta-feira , por ser dia de descanso, rola em vários hotéis o famoso Dubai “brunch”, onde você paga um valor que inclui bebida e comida à vontade. Dizem que esses brunch são chiques e que vale muito à pena, apesar do valor. Nós não fomos em nenhum.
Parece que existe uma revista chamada Entertainer, que oferece descontos e ofertas especiais em restaurantes, hotéis e algumas atividades. Eu acabei esquecendo disso e nem procurei. Uma pena, pois vai que tinha alguma oferta boa. Enfim…
Já ia esquecendo de falar que em Dubai o padrão de voltagem é de 220V. A tomada é de três pinos no padrão britânico. Portanto não esqueça de levar seu adaptador de viagens.
E a última dica é: eu fui em fevereiro e o clima estava agradável, em torno de uns 27 graus durante o dia. Mas as pessoas que moram lá nos contaram que no verão você não consegue ficar mais que 5 minutos andando na rua ou ir na praia e tal, de tão quente. Eles falaram que é quase insuportável e que nem vale a pena ir para lá.
Enfim, acho que já me estendi bastante e e não deixe de conferir meu post sobre os atrativos turísticos dessa cidade incrível e também sobre as 10 melhores praias.
Um super abraço!
Share this:

This post is also available in: English

Deixe seu recado:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: